A
  • Profissional de Recursos Humanos

Alessandra Maiele

Rio de Janeiro (RJ)
1seguidor26seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Nascida no RJ, 21 anos, atuante na área de Recursos Humanos.

Recomendações

(34)
Armpit Lover, Xaropeiro
Armpit Lover
Comentário · há 3 meses
Bem, na verdade a coisa não é tão simples assim.

A própria OAB trabalhou, e muito, para criar o "monstro". Basta ver a quantidade de vagas para bacharéis de direito em concursos públicos, cujo lobby da instituição é notório, além dos inúmeros casos de desvio de função. Qualquer um que já trabalhou em um Tribunal poderia passar o dia todo citando exemplos de desvio de função, onde bacharéis em direito tomaram posse em um cargo, mas exercem funções de outros ramos profissionais.

Outra coisa é falar das faculdades particulares. Muitas são boas, outras não, não há, portanto, um parecer unânime. Mas há muito preconceito, as vezes proposital como forma de inferiorizar concorrentes no mercado.

Mas o que se pode falar com certeza é que muito se critica as particulares, mas quase ninguém ataca as públicas ... e seria mesmo porque são melhores?

Em faculdades públicas o número de professores que faltam aulas ou chegam atrasados é absurdo. Na maioria das vezes não há reposição, e se houver é no horário melhor para o professor, ou seja, o aluno é punido duas vezes.

Isso pra não falar de professores que só alimentam seus egos, dando aulas ruins, gabando-se do que fazem e até boicotando bons alunos que poderão ser seus concorrentes amanhã.

Muitas faculdades públicas possuem recursos escassos, como bibliotecas defasadas, cadeiras quebradas, condições até mesmo insalubres.

Porém, o que difere mais é que boa parte das faculdades particulares são noturnas e mesmo quando não o são, por serem mais fáceis de entrar, acabam atraindo pessoas que trabalham e que querem tentar especialmente concursos, ou mesmo advogar como um segundo bico.

Essas pessoas costumam ter idade mais avançada, chegam cansadas e acabam tendo um rendimento menor do que alunos que só se dedicam a estudar.

Outro lado, e que também é alimentado pelas políticas de cotas, é que hoje em dia há muitos alunos de baixo nível devido à precariedade do ensino de base. Eu mesmo quando fiz a faculdade de direito me deparei com vários alunos que penavam para fazer uma caligrafia legível. Pessoas que não sabiam interpretar e redigir, apenas ler e escrever.

Mas isso também ocorre em outros cursos, porém o curso de direito é o caminho mais fácil para a estabilidade do cargo público, seja pelo grande número de vagas em um evento, seja pelo grande número de concursos.

Tenho dois diplomas, um de instituição pública e outro de privada, pude notar e até sentir na pele as diferenças.

Perfis que segue

(26)
Carregando

Seguidores

(1)
Carregando

Tópicos de interesse

(5)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Alessandra

Carregando

Alessandra Maiele

Entrar em contato